• +55 15 3524 9494 contato@nutriceler.com.br

O Senhor é a minha força e o meu cântico, porque ele me salvou. (Sl 118:14)

#Inovacaoetecnologia

Figo apresenta melhor qualidade com fertilizantes líquidos à base de cobre e cálcio

Quem conhece ou trabalha com o cultivo de figos sabe bem as exigências nutricionais da fruta para produzir em escala comercial e com maior resistência a pragas e doenças. A solução que muitos produtores utilizam para manter a resistência das plantas é antiga e traz muitas desvantagens operacionais, e produtores estão em busca de alternativas mais modernas, eficientes e viáveis para facilitar o manejo dos pomares.

 

André Queiroz, engenheiro agrônomo e consultor técnico da Nutriceler, explica que o tratamento do figo requer atenção especial à sanidade dos frutos. “Até hoje, a Calda Bordalesa é largamente utilizada na agricultura, porém o mercado de insumos já possui tecnologias mais modernas e eficientes para a indução de resistência”, diz o agrônomo. André reforça ainda que, apesar da Calda Bordalesa ter eficiência comprovada no controle de diversas doenças fúngicas, ela traz inúmeras desvantagens operacionais.

“A mistura, apesar de ser eficiente e muito utilizada no Brasil, requer uma série de cuidados. É uma mistura bem concentrada e corrosiva, o que implica no entupimento e deterioração dos equipamentos de aplicação, resultando em custos maiores de manutenção e maior necessidade por mão de obra. Além disso, o contato da Calda Bordalesa com a pele pode causar irritações, o que traz preocupações quanto ao bem estar dos trabalhadores”, alerta André.

Seguindo recomendações técnicas da Nutriceler, a empresa Euroconte, que tem sua unidade produtiva localizada em Campinas (SP), já está realizando novos tratamentos nutricionais de indução de resistência do figo com os fertilizantes líquidos Akro Cobre e Metalosate® Cálcio. A dupla está substituindo com sucesso o uso da Calda Bordalesa. A empresa possui cerca de 20 mil plantas do figo da variedade Roxo de Valinhos, frutos que são destinados à exportação, principalmente para países da Europa.

O agrônomo André Queiroz, foi um dos especialistas que acompanhou desde o início o tratamento sugerido pela Nutriceler, em parceria com o consultor da empresa MM Campinas Rodrigo Vieira Gomes, em um trabalho inicial realizado em uma área com 670 plantas. “Após alguns ajustes de doses, conseguimos substituir 8kg de Sulfato de Cobre e outros 40kg de Cal,  por 800ml de Akro Cobre e 500ml de Metalosate® Cálcio para cada 1.000 litros de calda de pulverização. Nota-se que, em se tratando de rendimento operacional, nossa tecnologia é muito superior”, descreve.

Ainda de acordo com André, o trabalho foi conduzido em uma área podada em julho de 2014, do início das brotações até o fim das colheitas em meados de abril de 2015, e teve substituição total da Calda Bordalesa. “Pudemos observar uma supressão no desenvolvimento da ferrugem compatível com as áreas com utilização da Calda, porém, o manejo proporcionou outras vantagens. A combinação de Akro Cobre e Metalosate® Cálcio também não entope e estraga os equipamentos de aplicação e, ainda, conseguimos tratar mais plantas com o mesmo volume de calda, o que diminuiu a necessidade de mão-de-obra e disponibiliza funcionários para executar outras tarefas, como adubação e desbrota”, destaca André.

Além das vantagens operacionais, o agrônomo também observou que as plantas apresentaram folhagem mais livre, sem o recobrimento da Calda Bordalesa. “As plantas tiveram um melhor desenvolvimento vegetativo em virtude do melhor aproveitamento da energia luminosa, resultando em uma produtividade em torno de 20% superior às demais áreas. Também percebemos melhora no aspecto da casca do fruto, resultando numa excelente qualidade de pós-colheita”, afirma. André acrescenta ainda que a tecnologia do fertilizante Akro Cobre fornece as doses equilibradas no nutriente responsável pela resistência das plantas, enquanto o Metalosate® Cálcio, com sua formulação à base de quelatos de aminoácidos, reforça as paredes celulares da fruta e é absorvido e translocado para os pontos de maior necessidade em poucos minutos, até vinte vezes mais rápido do que qualquer outro produto do mercado.

O sócio e diretor da Euroconte, Sérgio Silveira, aprovou o tratamento realizado com a tecnologia Nutriceler. “Superou as nossas expectativas. Essa tecnologia se mostrou inovadora, e vai ao encontro das novas necessidades do mercado consumidor, principalmente o europeu, que não aceita mais frutos com resíduos de pulverização, como os deixados pela Calda Bordalesa. Esse é um caminho sem volta, é o futuro do figo”, comemora Sérgio.




Publicado em 06/07/2015